Seguro Automóvel entenda um pouco mais!

5 Apr 2016

 

Só de falar em seguro de automóvel você fica confuso? Relaxe, fizemos um pequeno guia para ajuda-lo a entender um pouco mais sobre esse mundo e não ficar tão perdido quando olhar para um contrato. Afinal de contas seguro está ai para nos passar tranquilidade, não nos deixar tensos.

 

A primeira coisa que precisamos entender são alguns termos técnicos, e não são poucos, destacamos alguns abaixo.


Prêmio – Não é nenhum tipo de premiação, esse é o valor que os segurados – quem compra o seguro – deve pagar às seguradoras

 

Apólice de seguro – É o contrato de seguro pelo qual o segurado repassa à companhia seguradora a responsabilidade sobre os riscos que possam ocorrer. A apólice contém, as coberturas contratadas pelo segurado e todos os anexos.

 

Sinistro – É o motivo pelo qual existe o seguro, é o acidente ou imprevisto envolvendo o veículo segurado.

 

Indenização – É o valor já denominado em contrato, que a seguradora deve pagar em caso de sinistro.

 

Corretor – É o responsável civil pela intermediação entre o segurado e a seguradora. Deve ser acionado a qualquer momento na relação contratual com a companhia.

 

Franquia – Taxa estipulada na apólice que deve ser paga para acionar os reparos no carro do segurado sempre que o valor do conserto ficar igual ou superior ao valor da franquia.
Falarei mais a respeito de franquia em um post dedicado à ela.

 

Perda total – Quando o bem segurado é destruído por completo, ou a perda deve ser de pelo menos 75% do seu valor de mercado.

 

Perda Parcial – Todo e qualquer dano causado ao veículo segurado em que não se tenha a necessidade de indenização integral. Podendo ser reparado com o amparo da franquia.

 

Carro reserva – Como o nome já diz, é um veículo disponibilizado pela seguradora por um período determinado de tempo. Já previamente estipulado pela apólice ou pelas condições gerais do seguro.

 

Valor de mercado referenciado (VMR) – É o preço determinado pelo mercado de quanto vale o seu veículo. As companhias de seguro costumam utilizar a tabela FIPE como primeira referência, se por um acaso no dia da indenização a FIPE estiver extinta ou inoperante utilizam como referência a tabela Molicar.

 

Bônus – Desconto concedido ao segurado por apresentar “boa experiência” com a seguradora, ou seja, se durante um ano o segurado não utiliza o seguro.

 

Responsabilidade Civil Facultativa(RCF) – O famoso seguro contra terceiros. Geralmente nos seguros compreensivos já tem o limite máximo de indenização estipulados na apólice.

 

Cobertura compreensiva – Cobertura concedida por uma única apólice englobando diferentes riscos, de natureza diversa. Seria o popular “Seguro completo” ou “Seguro total”.

 

Terceiro – Qualquer outro agente incluído no acidente que não tenha cobertura contratual na apólice.

 

Análise de risco - Antes de as companhias aceitarem um risco elas avaliam o seu perfil, e através dessa análise, determinam o valor do prêmio pago para ter seu veículo assegurado. Itens como frequência de uso do veículo, utilização por parte de terceiros e o bairro onde o veículo passa a noite alteram o valor da apólice. Influenciam bastante no custo final do seguro.

 

O cliente deve conhecer a prestação de serviço antes de optar entre uma seguradora ou outra, e isso pode alterar o preço.

 

Podemos organizar em três os tipos de apólices: 

 

Apólice contra roubo, furto, colisão e incêndio – É o seguro com relação ao bem material, no caso, o carro. A pessoa é indenizada no valor do prejuízo material.

 

Apólice de responsabilidade civil facultativa – É o famoso seguro contra terceiros. Nesse caso a indenização é destinada a quem o segurado provocou o dano.

 

Apólice APP (Acidentes Pessoais a Passageiros) – É destinada ao próprio segurado e aos ocupantes do automóvel durante o sinistro. O Uber – aplicativo de transporte de pessoas – pede que todos os seus motoristas tenham um seguro de APP de pelo menos R$50.000,00 por passageiro.

 

Ressaltamos a importância de se ter um corretor que possa intermediar o processo de seguro, essa assessoria do corretor é fundamental. Ter quem defenda seus interesses perante a seguradora.

O ideal é ter um corretor próprio, para adquirir uma relação de confiança, afinal de contas é ele que responde civilmente por qualquer recomendação errada.

 

A maioria das seguradoras atualmente oferece serviços adicionais aos seus segurados como chaveiro, serviços de táxi especial, motorista amigo (que busca onde você precisar), acompanhante para boletim de ocorrência, serviços de assistência residencial e descontos em estacionamento.

 

Essas facilidades fazem parte da política de comercialização de cada seguradora, em função da grande concorrência. 

 

Se precisar de uma cotação de seguro entre em contato conosco...

Please reload

Posts Em Destaque

Seguro pra HR/Bongo/Iveco/Master/Sprinter. Sem segredo!! Barato...

September 26, 2018

1/10
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo